quinta-feira, 24 de março de 2011

Difícil


Admiro sua audácia e persistência 
ao avançar destemida sobre minhas fronteiras,
mesmo sabendo-me armado e defeso.

Não sei o que fez minha cotação
subir na sua bolsa de valores cardíaca:
meus lucros nunca foram tão grandes assim.

Mas que fique claro, de uma vez por todas,
que o shiatsu no meu ego não é
pré-requisito para minha satisfação.


10 comentários:

Ana SS disse...

Pilates pra alma,
drenagem linfática no coração

Fabrício Franco disse...

Ana,

Quisera ser assim, não é? Seria muito mais fácil a convivência... ;)

Angélica Lins disse...

Bem articulado! [risos]

Beijo

Fabrício Franco disse...

Oi, Angélica!

Imagine você que, mesmo com toda essa articulação a que você me reputa, ainda não consegui ser entendido? :S

Beijo!

Shirlei disse...

Ei Fabrício! Que post interessante!!! Ele faz o cérebro caminhar para um lado - baseado nas formações mentais trazidas pela imagem - e de repente chega o humor e toda a cena se reconstrói utilizando as palavras...e melhor, fazendo o que só nós sabemos fazer: comunicar, não é?!! Muito bacana!
Abraços,

Fabrício Franco disse...

Oi, Shirlei! Que bom saber de sua leitura por aqui! Tanto tempo!

Bem, não pensei que houvesse humor no escrito, mas fico contente em saber que meu texto permite múltiplas leituras.

Abraço!!

Elem Rosa disse...

Fabrício

Gosto muitíssimo de ler você. Tudo aqui é muito bom.
Mas hoje sugiro que deixe de lado por um tempo as armas, pegue seu ego e tente fazer exatamente o que tem recebido. Quem sabe as coisas fiquem mais claras e fáceis.
Beijo.

Fabrício Franco disse...

Elem,

Que bom ter sua leitura! Não estou armado; talvez, vestido partes de uma armadura que já se acoomodou aos contornos de meu corpo. As coisas tornaram-se claras (nunca fáceis) quanto mais eu me acostumo a essa 'roupa' e percebo que, mesmo nos instantes de calma, o perigo nos espreita. Estar atento é tudo.

Beijos!

Andressa Marques disse...

Sempre passo por aqui e leio cada palavra, cada verso, atenta ao que elas exprimem, e posso confessar que tudo isso é de muita valia para a minha saúde óptica. Mas desta vez, não pude deixar de comentar, ao ler e ver, que nesta "articulação de palavras" tão bem elaborada, foi evidenciado resquícios fisioterápicos, ressaltando métodos para a saúde vital (Shiatsu), ainda mais sem contar na saúde visual-leitura com que o seu texto nos privilegia.

Muito bom,
continue a escrever, e terás sempre um olhar atento e garantido às suas escritas.

Beijos!

Fabrício Franco disse...

Andressa,

Como é bom saber que você sempre está por aqui. Deixe suas pegadas mais vezes, mesmo que curtinhas e breves. Gosto de saber delas.

Beijo grande!

 
;