sábado, 26 de março de 2011

Feliz aniversário


Hoje não é um dia qualquer.
Afinal de contas, aniversário é
uma vez só ao ano. Quero
que esse dia seja mais
do que simples tapinhas nas costas,
apertos de mão, salgados, bolo, velas.

Quero, sobretudo, que você seja feliz.

Feliz nas pequenas coisas.
Elas é que dão à felicidade
oportunidade de se acercar de você,
silenciosamente, e destas
pequenas felicidades inesperadas
é de que é feita a vida.
Celebre-se a si mesmo.
Que possa sempre haver
alguma coisa que você queira
aprender, algo que queira fazer,
um local que queira ir,
alguém que queira encontrar.

Que você nunca perca o interesse pela vida.
Hoje você não ganha apenas idade nova.
Ganha um ponto importante
na batalha cotidiana pela felicidade.


(Feliz aniversário, meu irmão!)

10 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

Feliz aniversário :)

Ana SS disse...

Te desejo desejos!

Fabrício Franco disse...

Vanessa,

Obrigado! Mas os votos devem ir para o aniversariante em questão, meu irmão! :)

Fabrício Franco disse...

Ana,

E eu lhe desejo que os seus desejos sejam satisfeitos! :D

Van disse...

Os melhores desejos para o irmão, o amor sabe desejar o bem.

Felicidades a ele!

Beijos Fabrício

Fabrício Franco disse...

Van,

O irmão e o irmão dele (rs rs) agradecemos os seus votos.

Beijos!

Alicia disse...

bonita homenagem.

Fabrício Franco disse...

Alicia,

... Quem está distante como eu, às vezes só tem a palavra para se fazer ponte.

Obrigado pela visita!

Frederico Franco disse...

Meu irmão querido,

Em 2011 eu imprimi essa postagem. Eu a mantive sobre a mesa do trabalho durante muito tempo, como um lembrete de que devemos, antes de mais nada, sermos felizes. Contudo, ninguém o é em tempo integral. A coleção de momentos felizes é que nos instigam a nos definir como tal, de forma que posso afirmar que me sinto privilegiado em possuir um rol de histórias e "causos" envolvendo esse sentimento. E você, meu irmão, é sem dúvida parte disso tudo, da minha essência, do que sou. Me espelho em você diversas vezes, tentando, a partir de suas ideias, ser melhor do que fui antes. Meio que por "tentativa e erro", sigo construindo as bases e os valores que me fazem alguém do qual eu próprio goste.

No mais, te amo e agradeço pelas chances que tivemos de brincar e dar boas risadas. Foram pedaços da minha vida que valeram a pena!

Fique com Deus!

Fabrício César Franco disse...

Mano bróda,

É nessa busca que a pessoa se define feliz. Se está com 'causos' para contar, é porque sua busca está dando certo, o caminho é esse. Quanto a ser modelo, aprenda também com meus descompassos, pois fica mais fácil não cometer os mesmos erros (errar diferente já é outra coisa!).

Grande abraço, meu caro!

 
;